Tubby a revanche masculina contra o aplicativo Lulu

O aplicativo Lulu está fazendo o maior sucesso, principalmente entre as mulheres que agora têm um espaço exclusivo para avaliar os homens. Mas além de fazer sucesso, o Lulu está causando também muita polêmica e até processos já estão sendo abertos.

Mas deixando as polêmicas de lado e os processos também, o Lulu é um dos aplicativos de maior sucesso de todos os tempos e deu às mulheres a chance de darem “notas” aos homens, que elas conheçam ou não.

Mas agora é hora da revanche, os homens pediram e ganharam um aplicativo exclusivo para avaliarem as mulheres, é o Tubby!
O Tubby vem sendo a promessa de revanche dos homens e até conquistou o nome carinho de “versão masculina do Lulu”. Através do Tubby, os homens podem avaliar as mulheres, através de hashtags e notas também.

O lançamento do aplicativo Tubby está programado para esta quarta-feira, dia 4 de dezembro. O cadastro pode ser feito através do Facebook, mesmo antes do lançamento, pois o site já está aberto para receber cadastros e amanhã já lançar o aplicativo com vários usuários cadastrados.

Além do espaço para cadastro dos homens, há também um espaço para que as mulheres possam remover seu perfil do aplicativo, evitando assim, problemas como tem acontecido com o Lulu.

O Tubby será compatível com o iOS e o Android e antes de seu lançamento já está dando o que falar! Se o Lulu causou polêmica ao permitir que as mulheres possam avaliar os homens, imagine só quando o Tubby dar a oportunidade dos homens avaliarem as mulheres, polêmica é o que não vai faltar.

k7v5 Tubby a revanche masculina contra o aplicativo Lulu

Tudo indica que o aplicativo Tubby irá funcionar no mesmo formato do Lulu e de acordo com os criadores, a intenção não é atacar as mulheres, mas simplesmente como uma forma de diversão, resta saber se todos vão usar o aplicativo com esta mesma intenção.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

CONCURSO DA POLÍCIA FEDERAL 2013/2014 – CARGOS NÍVEL MÉDIO E SUPERIOR
Criança obesa pode ser causado por assistir muita televisão